skip to Main Content
Controle Financeiro Para Advogados – Conquiste A Plenitude Para Seu Escritório Com Dicas Simples!

Controle Financeiro para advogados – conquiste a plenitude para seu escritório com dicas simples!

Olá, doutor(a), tudo bem? Meu nome é Lucia Regiane, e sou sócia-diretora da Consultee, uma empresa contábil especializada em contabilidade para advogados. Tenho um tema muito importante para tratar aqui: o controle financeiro para advogados. O doutor ou doutora compreende os impactos da falta de uma administração firme e equilibrada sobre as finanças do escritório?

Então, hoje é hora de compreender, seja para o bem ou para o mal, quais são os impactos do controle financeiro para profissionais de advocacia.

Sem dúvida alguma, um dos setores que mais trazem desafios para o Doutor ou a Doutora é o financeiro. A rotina, por si só, já dificulta uma administração competente e meticulosa sobre as finanças, que muitas vezes terminam por ficar de lado. Eu te entendo, e sei que além de advogar, o Doutor ou a Doutora precisa cuidar da gestão do escritório, do relacionamento com os clientes, da divulgação do negócio e da construção de uma rede de contatos para obter indicações, além de outros aspectos diversos.

Entendo que também busque contratar profissionais para te auxiliar e, em ocasiões, terceirizar serviços essenciais, que não precisam ser prestados diretamente pelo Doutor ou pela Doutora. Porém, compreendo que nem sempre seja fácil encontrar profissionais qualificados, e que essa busca demanda um tempo que normalmente não está disponível.

Portanto, estou aqui para ajudá-lo a entender como o controle financeiro para advogados pode influenciar em TODOS os aspectos do seu escritório de advocacia, possibilitando, inclusive, que você deixe esses problemas de lado e exerça sua função da forma que você sem

Ou seja, se você não souber como fazer o controle financeiro do seu próprio escritório você não será capaz de levar seu negócio adiante, mas é para te ajudar que vamos ensinar a como fazer o controle financeiro para advogados.

O Controle Financeiro para Advogados

1 – Pense grande

Um erro que o doutor ou doutora não pode admitir é não separar o orçamento pessoal do orçamento do escritório. Misturar o dinheiro disponivel nas suas contas pode ser verdadeiramente desastroso e, para evitar cenários desfavoráveis, é recomendável que o seu controle a respeito disso seja pleno.

A partir disso, o doutor ou a doutora poderá planejar a longo prazo, e determinar um plano estratégico que permita adquirir controle sobre as entradas e saídas de recursos por longos períodos, mesmo que ainda não seja a hora de determinar “até quando”. Com isso, será possível tomar decisões com um embasamento estratégico maior.

2 – Saiba definir bem os preços dos seus serviços, e use isso a seu favor

Precificar os serviços é, normalmente, fonte de dúvidas entre empresários de diversos ramos. Para o empresário de Direito, não costuma ser diferente. Contudo, a precificação é uma parte necessária para o negócio se desenvolver com toda a sua plenitude e, para isso, é necessário entender bem cada um dos pontos que influenciam no preço final, tais como:

  • Mão de obra envolvida;
  • Custo da mão de obra;
  • Custo de recursos adicionais, variáveis e fixos;
  • Margem de lucro desejada.

É claro que a complexidade, valores praticados pela concorrência, e até mesmo a realidade financeira dos clientes podem influenciar na matemática, mas saber a base é o primeiro passo para acertar.

3 – Não deixe que seus clientes esqueçam de te pagar!

Outra forma de manter o controle financeiro para advogados em dia é evitar a inadimplência dos seus clientes. O doutor ou a doutora pode assegurar isso registrando dados cadastrais dos seus clientes. É importante desenvolver relacionamentos transparentes com os clientes para, assim, obter sua confiança e garantir que ambas as partes cumpram com sua palavra.

É claro que não é tudo, afinal, é preciso ter contratos muito bem redigidos, que descrevam o serviço jurídico a ser prestado com exatidão nas informações e, dessa forma, evitar a inadimplência.

4 – Controle do faturamento e custos

O controle sobre as suas despesas será fundamental. É importante entender quais são fixas e quais não são para que, dessa forma, o doutor ou a doutora possa cortar gastos excessivos com segurança, sem prejudicar o negócio de qualquer forma.

Para isso, eu recomendo a utilização de uma planilha para registrar o ativo e o passivo dos custos e o seu faturamento, possibilitando uma análise futura da sua real rentabilidade de forma detalhada.

E, deixe-me contar um segredo: o doutor ou a doutora não precisa cuidar disso sozinho. De forma alguma! A Consultee está aqui para orientar, auxiliar e possibilitar melhorias para o controle financeiro do seu escritório de advocacia.

Entre em contato conosco, tire suas dúvidas e garanta o equilíbrio para seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top